PISCINA EM CASA

 

Uma opção que deve ser muito bem pensada

 Antes de mais nada, é preciso de espaço. Maior ou menor, você é quem vai definir, de preferência junto com seu arquiteto. É importante que esteja em um local do terreno que tome sol na maior parte do tempo. Ter uma piscina em casa traz muitas vantagens: além de ser uma ótima opção de lazer, é sinônimo de conforto. Pode ser utilizada, também, como área de esporte. No entanto, uma piscina bem cuidada exige manutenção constante. Você precisa definir com que freqüência poderá desfrutá-la, para saber se vale a pena ou não.

 Regiões quentes, com sol abundante na maior parte do tempo, são locais convidativos para se desfrutar constantemente de uma piscina. Seu estilo de vida também conta muito – sem dúvida, é preciso disponibilidade. A piscina, por definição, é uma estrutura para conter água e deve possuir os equipamentos e sistema hidráulico que garantam o tratamento da água, para que possa ser utilizada para os fins a que se destina. Assim, é indispensável contar com o apoio de especialistas, para garantir as instalações hidráulicas e dos equipamentos adequados. Isso entendido, é preciso escolher dentre as diversas opções e tipos de piscina.

 

Opções e tipos de piscinas

 

Quanto ao formato

As piscinas podem ser:

 

·              Retangulares

·              Quadradas

·              Ovais

·              Redondas

·              Irregulares ( curvas, em "L", e vários outros formatos que você imaginar! )

Para saber qual o seu tipo ideal, primeiro você precisa saber como e porque você e sua família vão utilizar a piscina. Se pretendem praticar esportes, prefiram as regulares, que não prejudicam o nado. Piscinas que serão utilizadas especialmente nas horas de lazer, podem ter formatos bastante diferenciados, inclusive áreas sombreadas com bancos dentro da própria piscina. A integração com o projeto arquitetônico e paisagístico também é importante. Praticidade e funcionalidade são outros aspectos a serem levados em consideração.

 

Quanto à estrutura

Existem diversas opções no que diz respeito à estrutura, veja algumas:

 

·              de concreto com azulejos, pastilhas de vidro ou porcelana

·              de alvenaria com azulejos, pastilhas de vidro ou porcelana

·              de concreto pintado

·              de vinil

·              de fibra

A escolha do tipo de piscina vai depender do seu orçamento e expectativas. As de vinil e de fibra, por exemplo, são geralmente mais baratas que as de concreto. No entanto, exigem maior conservação e têm menor durabilidade. O tempo, por exemplo, pode enfraquecer a cor original da piscina. São encontradas em modelos já prontos, pré-moldados. Já as de concreto podem ser concebidas em praticamente qualquer tamanho, profundidade e formato.

Quanto à cor da piscina

A cor utilizada no revestimento da piscina interfere diretamente na cor da água. Piscinas com água igualmente bem tratada diferem quanto à cor justamente por esse motivo. É aconselhável o uso de cores mais claras, para ajudar na iluminação da piscina, tornando-a mais clara e iluminada.

Quanto aos equipamentos

Os equipamentos podem ser classificados de acordo com a sua função. Imprescindíveis são aqueles que dizem respeito ao tratamento da água, a moto-bomba e o filtro. O ideal é construir um espaço reservado, ventilado, próximo à piscina, de fácil acesso e que não permita a entrada de água da piscina ou de chuva. Se quiser, pode providenciar sistema de aquecimento para a água. Isso garante um maior conforto aos usuários.

Outras opções são a hidromassagem e chafarizes, cada vez mais presentes nas piscinas. Existem, por exemplo, vários sistemas de hidromassagem, para serem utilizados em pé ou sentado.

 Quanto ao material utilizado nas bordas da piscina

Podem ser usados diversos materiais. O mais importante é que sejam anti-derrapantes. Isso é essencial para evitar acidentes. Pedras são uma boa opção, mas não devem ser polidas. São muito comuns as pedras mineiras e granitos flameados ou apicoados. Construir decks de madeira também são uma opção para áreas adjacentes. No entanto, você precisa estar consciente que, devido à ação da água, esse material se deteriora facilmente e exige manutenção e cuidados constantes.

Para definir o tipo de piscina mais adequado à sua casa, a você e sua família o ideal é considerar praticidade, funcionalidade, visual e custos em relação à todos os aspectos apresentados. Somente assim, você poderá tomar uma decisão mais acertada.